Grupo ad-hoc de Gestão e Defesa Espectral - GDE/LABRE
 
 
Home - Sobre - CEM e interferências - Notícias - Projetos - Interativo - Acervo - Biblioteca - Apoio
 
 
 

Seminário discutirá rádio interferências

 
Evento reunirá representantes da sociedade, governo federal e laboratórios
 

No próximo dia 17 de outubro de 2014 às 14h00 ocorrerá no Guararema Hotel Park Resort, na cidade de Guararema, Grande São Paulo, o “Seminário de Defesa Espectral: Rádio Interferências e Compatibilidade Eletromagnética”.

O desenvolvimento tecnológico dos últimos anos permitiu o acesso da população a um conjunto considerável de equipamentos eletroeletrônicos de grande utilidade social. No entanto, os serviços de telecomunicações no Brasil experimentaram no mesmo período um aumento espantoso de rádio interferências, prejudicando muitos serviços também de relevância pública.

Entre os produtos interferentes estão alguns modelos de fontes chaveadas, recarregadores, reatores e circuitos de iluminação residencial ou pública, elevadores, controladores semafóricos, cercas elétricas, TVs de plasma, fugas de sinal de TV por cabo, redes PLC/BPL, etc. Os serviços afetados envolvem comunicações críticas de emergência, radiodifusão analógica e digital, comunicações militares, aviação civil, etc.

Segundo especialistas isso ocorreu devido falta de exigência de qualidade na produção dos eletroeletrônicos no Brasil, assim como na falta de fiscalização no comércio, que disponibiliza produtos importados sem certificações que garantam que eles não emitam interferências.

O seminário, que contará com representantes da sociedade civil, ANATEL, Inmetro, ABNT e laboratórios, discutirá quais os caminhos que o Brasil seguirá com vistas a estimular a melhoria de qualidade dos produtos eletroeletrônicos chamados de “emissores não intencionais”.

Em sociedades avançadas tecnologicamente este controle é conhecido como “compatibilidade eletromagnética”, derivado de um conjunto de regras técnicas consolidadas internacionalmente que reduzem as emissões indesejadas, estabelecem métodos de medições pelos laboratórios e visam a convivência mais harmônica entre equipamentos, produtos e redes. Entidades normalizadoras fazem a nacionalização dessas regras e as aplicam em processos de certificação, enquanto as agências reguladoras protegem adicionalmente os serviços de telecomunicações.

O seminário é organizado pelo GDE, o grupo de Gestão e Defesa Espectral, e compõe a grade de palestras da Convenção Nacional de Radioamadorismo organizada pela LABRE-SP, a associação nacional dos radioamadores em São Paulo.

É indicada a prévia inscrição pois as vagas são limitadas e não haverá credenciamento no local. Maiores informações em:
http://www.labre-sp.org.br ou http://cnr.labre-sp.org.br

 
Press Release. GDE/LABRE, Outubro de 2014
     
 
 
 

GDE/LABRE - Todos os direitos reservados - All rights reserved

007 WEB - Web Hosting !