Grupo ad-hoc de Gestão e Defesa Espectral - GDE/LABRE
 
 
Home - Sobre - CEM e interferências - Notícias - Projetos - Interativo - Acervo - Biblioteca - Apoio
 
 
 
LABRE realiza palestra no Inmetro
Entidade defendeu a supressão de interferências oriundas de eletroeletrônicos
 

O radioamador João Saad Júnior, PY1DPU, realizou no dia 20 de março de 2014 na cidade do Rio de Janeiro palestra no Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) sobre o tema: “A influência da compatibilidade eletromagnética (EMC) na sociedade brasileira”.

Saad é engenheiro eletrônico com mestrado na COPPE-UFRJ e atuou por 35 anos no sistema elétrico brasileiro como pesquisador do CEPEL (Centro de Pesquisas de Energia Elétrica da Eletrobrás), especialmente nos assuntos de compatibilidade eletromagnética. Como radioamador Saad tem recentemente se destacado na defesa espectral junto ao GDE, o grupo ad-hoc de Gestão e Defesa Espectral da LABRE, a Liga de Amadores Brasileiros de Rádio Emissão.

A palestra contou com a audiência de especialistas, técnicos, engenheiros e diretores do Inmetro, dentro do programa de debates “Papo Conforme”.

A apresentação abordou a conceituação de EMC, como ele poda afetar a sociedade, exemplificando as vítimas da poluição eletromagnética, os custos potenciais derivados da falta de EMC, quais são as fontes de perturbações, citação das normas técnicas já existentes voltadas para coibição de interferências dos produtos eletroeletrônicos, o contexto jurídico brasileiro, a importância da adequada formação profissional em EMC por escolas técnicas e universidades.

No final a integração com os presentes foi grande no sentido de buscar soluções ao problema, entre eles o fortalecimento do PBCE, o Programa Brasileiro de Compatibilidade Eletromagnética, no CBAC, o Comitê Brasileiro de Avaliação da Conformidade do Inmetro.

A Compatibilidade Eletromagnética é uma aliada do radioamador, bem como de toda sociedade e do próprio Estado no momento que o espectro eletromagnético (bem público) é protegido de interferências prejudiciais geradas desnecessariamente pela falta de qualidade industrial, prejudicando ouvintes de rádio, telespectadores, permissionários dos mais variados serviços de telecomunicações, inclusive aqueles em comunicações emergenciais.

A LABRE através do GDE tem colaborado qualitativamente em consultas públicas e regulamentos técnicos de produtos com potencial interferente como televisores e lâmpadas, sempre alertando a comunidade técnica e o governo sobre a importância de adotar no Brasil normas de EMC já consagradas no exterior.

A IARU (União Internacional de Radioamadores, na qual a LABRE é entidade membro) por sua vez também tem atuado em fóruns técnicos internacionais como na IEC (Comissão Eletrotécnica Internacional, especialmente como membro da CISPR – Comitê Internacional de Estudos das Perturbações Eletromagnéticas), procurando aprimorar as normas justamente nos fóruns onde elas se originam, são discutidas e atualizadas.

Apoie a LABRE e o GDE na defesa e desenvolvimento do radioamadorismo. Para maiores informações visite http://www.radioamadores.org e http://www.labre.org.br

 
GDE/LABRE, 31 de maio de 2014
Atualizado às 18:39 LT
     
 
 
 

GDE/LABRE - Todos os direitos reservados - All rights reserved

007 WEB - Web Hosting !