Grupo ad-hoc de Gestão e Defesa Espectral - GDE/LABRE
 
 
Home - Sobre - CEM e interferências - Notícias - Projetos - Interativo - Acervo - Biblioteca - Apoio
 
 
 
GDE/LABRE defende certificação de eletroeletrônicos
contra interferências
 
 

O grupo ad-hoc de defesa espectral da LABRE defendeu em junho passado no Congresso Brasileiro de Radiodifusão que os produtos não-telecomunicações como eletroeletrônicos recebam certificação e homologação obrigatória quanto às compatibilidades eletromagnéticas.

Flávio A. B. Archangelo, representante do GDE/LABRE, disse em entrevista à Rádio ABERT que há no espectro eletromagnético um volume muito grande de ruídos derivados destes produtos. São interferências que atrapalham a recepção de emissoras de radiodifusão e prejudicam as comunicações de outros serviços licenciados e essenciais de telecomunicações. Para tanto, cabe à ABNT e INMETRO a incorporação no Brasil das normas internacionais que restingem a emissividade nociva destes dispositivos, com atuação da ANATEL na fiscalização.

A entrevista completa realizada por João Abdalla pode ser acessada aqui (MP3).

 
Assessoria de Imprensa LABRE, com Rádio ABERT.
09 de julho de 2012
     
 
 
 

GDE/LABRE - Todos os direitos reservados - All rights reserved

007 WEB - Web Hosting !